As principais características dos seres criativos – PARTE 02

Continuando a nossa série a respeito dos seres criativos, listamos as principais características dos grandes artistas e trabalhadores que se utilizam dessa tão importante ferramenta no mundo moderno. Hoje muitos consideram a força criativa muito mais importante que a força intelectual, um dos motivos é o controle sobre suas emoções como podemos perceber nas próximas características…

Apesar de ser estranho, o momento de solitude é importante e necessário! O momento de isolamento construtivo, onde o ser criativo escolhe a hora e o local permite produzir melhor o trabalho e ter o melhor resultado.

“Homem Post-It em processo criativo” (Imagem: Free Images)
“Homem Post-It em processo criativo” (Imagem: Free Images)

Precisamos desses momentos para liberar a mente para uma viajem de organização das ideias, e com o isolamento voluntário a construção das ideias acontecem devido a concentração e foco do indivíduo no seu objetivo. Você precisa estar atento àquele monólogo interior para que possamos expressá-lo. É difícil encontrar aquela voz interior criativa se você não está em contato com o seu interior e refletindo sobre si mesmo!

Lendo aí em cima, até parece mentira! Mas se você parar pra pensar as história e músicas mais legais e marcantes foram inspiradas e feitas naqueles momentos de fossa total ou em que você está vivendo algum drama! Esses desafios servem como catalisador para a criação de uma ótima arte!

“Homem Post-It em processo criativo” (Imagem: Free Images)
“Homem Post-It em processo criativo” (Imagem: Free Images)

Um campo emergente da psicologia chamado de crescimento pós-traumático vem sugerindo, que muitas pessoas conseguem usar as dificuldades da vida e os traumas da infância e juventude para o crescimento criativo. Pesquisadores descobriram que traumas podem ajudar as pessoas a crescerem nas áreas de relacionamentos interpessoais, espiritualidade, apreciação pela vida, força pessoal e – o que é mais importante para a criatividade – a vislumbrar novas possibilidades na vida.

As pessoas criativas gostam de se expor a novas experiências, sensações e estados de espírito – e essa abertura prevê o resultado criativo de forma significativa.

“Homem Post-It em processo criativo” (Imagem: Free Images)
“Homem Post-It em processo criativo” (Imagem: Free Images)

A abertura a novas experiências é o mais forte e confiável indicador da realização criativa, isso inclui muitas facetas diferentes, mas elas estão todas relacionadas: a curiosidade intelectual, busca por emoção, abertura aos sentimentos, abertura à fantasia. A coisa que une todas elas é um desejo pela exploração cognitiva e comportamental do mundo, tanto o seu mundo interior quanto o seu mundo exterior.

A resiliência é praticamente um pré-requisito para o sucesso criativo. O trabalho criativo é muitas vezes descrito como um processo em que se falha repetidamente até que encontre algo que dá certo e pessoas criativas – pelo menos as bem-sucedidas – aprendem a não encarar os erros de forma tão pessoal.

Pessoas criativas falham e aquelas que são muito boas falham com frequência.

“Explosão de Criatividade” (Imagem: Google Images)
“Explosão de Criatividade” (Imagem: Google Images)

Essas então são algumas das principais características das pessoas criativas, porém é comum você e muita gente que não se considera um ser criativo se enxergar nesses itens relatados. Isso acontece porquê todos seres são criativos por natureza e dependem delas mesmas em externar essa criatividade. Depende além delas mesmas, do ambiente em que ela está inserida e também do seu estado emocional.

Podemos ainda dizer que a criatividade é igual a um músculo, que quanto mais estimulado for, mais responsivo será! Então não perca tempo e exerça a sua criatividade!

Anúncios

Um comentário em “As principais características dos seres criativos – PARTE 02

Os comentários estão encerrados.

WordPress.com.

Acima ↑